Relato do dia 02/12/2017

25289618_1521597317894173_781215306545442954_n

Relato do dia 2/12/2017 General Acha a Reserva
Saímos cedo da casa de Norma e Vasco e seguimos a um posto de gasolina que ficava na rodovia, o trecho que iríamos enfrentar seria longo e não tinha uma estrada muito boa, não tinha acostamento, era mão dupla e com muito movimento, e tão pouco tinha uma paisagem extraordinária que nos deixasse estimulados a percorre-la, por isso mais uma vez fomos tentar carona até a região de Neuquén. Porém não tivemos sucesso no posto de gasolina, pois poucos paravam por ali, e a maioria dos que paravam estavam indo para outro lado, sentido Buenos Aires e os que iam para nossa rota estavam carregados e nós diziam que não poderiam nos levar pois a carga estava lacrada e continha seguro etc… Então como era meio dia é não tínhamos conseguido a carona decidimos seguir pedalando mesmo. Fomos atentos, pois como disse a rodovia não tinha acostamento porém como era sábado até que o movimento estava razoável. Percorremos 40km de bicicleta até que encontramos um caminhoneiro parado em uma área de descanso. Nos aproximamos e nos apresentamos, contamos sobre nossa viagem e depois perguntamos se ele poderia nos ajudar nos dando uma carona para a região de Neuquén que era a região que ele seguiria. Ele respondeu que sim para nossa alegria. Ele então pediu para que tirassemos os alforges para colocarmos a bike sobre a areia, que era a carga que ele estava levando. Com tudo desmontado subimos no caminhão que tinha um banco para carona onde o Thiago se sentou e uma caminha que ficava atrás dos dois bancos que era super confortável onde Eu fiquei sentada durante a viagem de 4 horas, na qual percorremos 400km, o que levariamos dias para fazer conseguimos com a carona concluir em um dia. Ainda no caminho o bondoso caminhoneiro ainda parou e comprou cerejas e bananas as quais no final da viagem ele nos deu de presente. Chegando na região de Neuquén, mais precisamente em Reserva, procuramos um camping Municipal, porém quando chegamos no camping o ambiente está um pouco assustador, um ambiente pesado, com pessoas embriagadas, e mal encaradas. Então fomos a procura de um camping pago que ficava perto Dali, pois ja estava começando a escurecer. Encontramos um, porém esse não estava funcionando, o proprietário disse que estava sem energia e sem gás para água quente, nos dissemos que não teria problema, pois o que queríamos era um local seguro para dormir. Afinal com nosso fogareiro conseguimos esquentar a água e temos um carregador solar que consegue carregar nossos eletrônicos. Então ele nos fez um desconto e passamos a noite por ali.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s