Visto de trânsito para o Turcomenistão (for other languages, please use website or browser translator).

IMG_20190620_194841_273

Na data que escrevo este POST, brasileiros precisam de visto para entrar no Turcomenistão, assim como quase todas a outras nacionalidades com exceção dos Georgianos, afinal o país ainda é bem fechado para o turismo. Como estávamos em viagem, vamos explicar o que fizemos para aplicar o Visto fora do Brasil.

Ainda não há a opção e-visa para este país, então tivemos que procurar uma embaixada nos países anteriores. Existem duas possibilidades para entrar no país, o visto de trânsito que pode variar de 3 a 5 dias e o visto de turismo, que necessita de um guia autorizado o dia inteiro com você e custava muito caro, portanto vamos falar somente sobre o Visto de Trânsito, com o qual tivemos experiência.

IMG_20190623_143118_478

O visto de trânsito tem validade de 3 meses a partir da data de emissão (ou seja, após a emissão a pessoa tem 3 meses para entrar no país), mas nos foi exigida uma data de entrada e uma de saída do país na hora de aplicarmos o visto. Ou seja, você não pode entrar antes da data de entrada ou sair depois da data de saída, mas poderá entrar depois da data de entrada e sair antes da data de saída se quiser.

Fomos ao consulado do Turcomenistão em Tehran, chegar lá foi tranquilo de metrô. Chegando lá o lugar é tranquilo e ao lado da janelinha por onde há o atendimento, existe um mural com uma série de explicações e exigências sobre o visto de trânsito, que variam de tempos em tempos, por isso, é melhor ir até lá antes para checar o que levar e como preencher as fichas necessárias. A vantagem é que como pode demorar até 10 dias úteis para a aprovação ou não do visto, aplicamos em Tehran e relatamos que gostaríamos de recolher o visto em Mashhad, onde há um consulado Turcomeno.

turkmen01

Para aplicar o Visto Turcomeno de Trânsito, separe os documentos exigidos, que são: 2 fotos 3×4 e o preenchimento de um documento que é obtido online no site do governo Turcomeno (http://migration.gov.tm/en/citizen/registration-and-renewal-of-visa/) , um papel onde explica o roteiro da sua viagem (o modelo varia de tempos em tempos e é só copiar como esta no mural em frente a embaixada) e fotocopias da página principal do passaporte.

OBS:. São aceitas apenas notas novas de dólares americanos. Nada de notas amassadas, dobradas, riscadas ou antigas.

turkmen02

  • Horário de funcionamento:  Segunda a Quinta-feira das 9 as 11 horas e Domingo das 9:30 as 11horas. (Sexta-feira e Sábado fechado)
  • O que significa D-YOL e AWTO na ficha de aplicação: D-YOL para entrar de trem e AWTO para carros. Nos entramos de bicicleta e colocamos AWTO.
  • Visto de trânsito:  Isto significa que você deve ir de uma país ao outro, você não pode voltar para o mesmo país de onde saiu.
  •  Custos: Os valores variam pela nacionalidade. Nós pagamos 10 USD por pessoa no momento que fizemos o pedido para o visto na embaixada em Tehran, depois pagamos 55 USD por pessoa pelo visto no momento que o retiramos no consulado em Mashhad e finalmente mais 14 USD por pessoa em “taxas misteriosas” na fronteira do Turcomenistão.
  • Espera: Em 10 dias úteis obtivemos uma resposta após ligarmos na embaixada. No momento que aplicamos o visto, recebemos um papel (tipo uma nota fiscal) e um telefone para ligarmos posteriormente e perguntarmos sobre a situação do nosso visto. Eles não ficam com o passaporte, consequentemente continuamos viajando e retiramos o visto em Mashhad.

 

iran_post_vistoturkmen

Depois de 10 dias úteis estávamos acampando selvagem na região central do Irã e como eu possuia um simcard, eu telefonei para os telefones que recebi na embaixada. Os atendentes falam inglês fluente e então recebemos a notícia de que nosso visto foi aprovado.

Seguimos nosso roteiro e cronograma adequados e coletamos o visto no consulado em Mashhad. Tivemos que preencher alguns formulários lá novamente e em cerca de 15 minutos saímos com os vistos colados em nossos passaportes. Pagamos os valores ali mesmo em dólares americanos.

O Turcomenistão ainda é um país muito fechado no momento que escrevo este Post e um ótimo site para buscar mais informações sobre vistos e experiências de outros ciclo-viajantes é o Caravanistan.

sarakhsborder

Fronteira: Entramos por terra, vindos do Irã pela fronteira de Sarakhs. Sair do Irã foi mais demorado do que entrar no Turcomenistão, por conta de um mini interrogatório por um oficial iraniano querendo saber onde fomos no país e quem conhecemos. No lado turcomeno foi tudo muito calmo e tranquilo. Prepare-se para mostrar seu passaporte centenas de vezes para todos os militares presentes por lá. Todos foram educados e profissionais.

O Turcomenistão foi uma experiência não muito agradável para nós, por vários motivos, mas deixou boas histórias para contar e falamos sobre isto no Post sobre nossa corrida para cruzar pedalando o país em 5 dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.