Viajando de bicicleta no Uzbequistão: povo hospitaleiro, riqueza histórica e muito calor no verão (for other languages, please use the website or browser translator).

Consideramos o Uzbequistão nosso primeiro contato real com os "Stão", afinal, no Turcomenistão foi a maior correria para cruzar o país com o visto de trânsito e não pudemos conhecer direito a cultura e o povo por lá, conforme descrevemos neste post. Detalhe, para o Uzbequistão os brasileiros não precisam de visto e podem permanecer … Continue lendo Viajando de bicicleta no Uzbequistão: povo hospitaleiro, riqueza histórica e muito calor no verão (for other languages, please use the website or browser translator).

Corrida maluca – A travessia do estranho Turcomenistão em 5 dias. (For other languages, please use the website or browser translator).

Os cicloviajantes que fazem a travessia do Turcomenistão, em 99% das vezes o realizam com um visto de trânsito, que permite no máximo 5 dias de estadia no país, com pontos de entrada e saída pré-especificados e que devem ser respeitados. Percorrer cerca de 500 km em 5 dias de bicicleta, com um clima que … Continue lendo Corrida maluca – A travessia do estranho Turcomenistão em 5 dias. (For other languages, please use the website or browser translator).

Visto de trânsito para o Turcomenistão (for other languages, please use website or browser translator).

Na data que escrevo este POST, brasileiros precisam de visto para entrar no Turcomenistão, assim como quase todas a outras nacionalidades com exceção dos Georgianos, afinal o país ainda é bem fechado para o turismo. Como estávamos em viagem, vamos explicar o que fizemos para aplicar o Visto fora do Brasil. Ainda não há a … Continue lendo Visto de trânsito para o Turcomenistão (for other languages, please use website or browser translator).

Iran – Viajando de bicicleta por terras persas. Hospitalidade e história. Trecho 3, Da cidade de Isfahan a fronteira com o Turcomenistão, misto de ônibus e bicicleta . (for other languages please use the website or browser translator).

O Irã é um país enorme e percorrer longas distâncias de bicicleta por ele com o visto de turismo de apenas 30 dias é bem difícil, por isso renovamos nosso visto na cidade de Hamedan. Com mais 30 dias chegamos tranquilamente na cidade de Isfahan, conforme contamos no Trecho 2. https://youtu.be/TkbQrcz_KmA Isfahan foi a cidade … Continue lendo Iran – Viajando de bicicleta por terras persas. Hospitalidade e história. Trecho 3, Da cidade de Isfahan a fronteira com o Turcomenistão, misto de ônibus e bicicleta . (for other languages please use the website or browser translator).

Iran – Viajando de bicicleta por terras persas. Hospitalidade e história. Trecho 2, Da cidade de Hamedan a Isfahan. (for other languages please use the website or browser translator).

Na cidade de Hamedan ficamos alguns dias para descansar e organizar algumas coisas burocráticas de nossa viagem, como o visto para o Turcomenistão e a renovação do nosso visto iraniano, que estava para vencer.   Nossa parada na cidade de Hamedan foi estratégica, Tehran é muito grande e movimentada e Isfahan ainda estava longe de … Continue lendo Iran – Viajando de bicicleta por terras persas. Hospitalidade e história. Trecho 2, Da cidade de Hamedan a Isfahan. (for other languages please use the website or browser translator).

Iran – Viajando de bicicleta por terras persas. Hospitalidade e história. Trecho 1, da fronteira com a Armênia a cidade de Hamedan. (for other languages please use the website or browser translator).

O Iran foi um país muito intenso para nós, em todos os sentidos e faremos um post especial sobre este assunto posteriormente (Terceiro Post). Aqui vamos nos ater mais ao roteiro e algumas histórias pelos caminhos. O país é enorme, com uma variedade de idiomas, culinária e costumes regionais dos quais não fazíamos ideia antes … Continue lendo Iran – Viajando de bicicleta por terras persas. Hospitalidade e história. Trecho 1, da fronteira com a Armênia a cidade de Hamedan. (for other languages please use the website or browser translator).

Visto Iraniano. (For other languages, please use the website or browser translator)

Na data que escrevo este POST, brasileiros precisam de visto para entrar no Irã e como estávamos em viagem, vamos explicar o que fizemos para aplicar o Visto fora da Brasil. Ainda não há a opção e-visa para este país, então tivemos que procurar uma embaixada nos países anteriores. O VOA (Visa on arrival) só … Continue lendo Visto Iraniano. (For other languages, please use the website or browser translator)

Armênia – Viajando de bicicleta entre muitas montanhas, belas paisagens e riqueza cultural. (For other languages, please use the website or browser translator)

A Armênia diferentemente do vizinho ao norte, a Georgia, era um pouco menos desconhecida por devido a colônia Armênia que é bem grande no Brasil, mas mesmo assim ainda sabíamos pouco em relação a geografia e história do país. Sabíamos que o país era montanhoso e depois de percorrê-lo de norte ao sul, tivemos a … Continue lendo Armênia – Viajando de bicicleta entre muitas montanhas, belas paisagens e riqueza cultural. (For other languages, please use the website or browser translator)

Geórgia – Viajando de bicicleta por este pequeno e milenar país da Eurasia. Terra de bons vinhos, bonitas paisagens e um idioma único. (For other languages, please use website or browser translator).

A Geórgia foi nosso próximo país depois de quase 90 dias viajando pela Turquia. Entramos então em um país com língua, alfabeto e religião diferentes do anterior. Não sabíamos direito o que haveria pela frente, mas estávamos animados. Não pedalamos muito em território Georgiano, apenas cerca de 300 km. Também não visitamos a região considerada … Continue lendo Geórgia – Viajando de bicicleta por este pequeno e milenar país da Eurasia. Terra de bons vinhos, bonitas paisagens e um idioma único. (For other languages, please use website or browser translator).

Turquia de bicicleta – Parte 3: Da Capadócia ao Mar Negro e sentido leste até a Geórgia. (For other languages, please use the browser or internet translator)

Neste post vamos descrever nosso trecho viajando de bicicleta entra a cidade de Göreme (Capadócia) até chegarmos a fronteira com a Geórgia, seguindo primeiro sentido norte até o Mar Negro e depois para leste. (Links para o Trecho 1 e Trecho 2) Percorremos cerca de 950 km neste trajeto. A porção central da Turquia estava … Continue lendo Turquia de bicicleta – Parte 3: Da Capadócia ao Mar Negro e sentido leste até a Geórgia. (For other languages, please use the browser or internet translator)