Relato do dia 26/11/2017 – Buenos Aires a Moreno

Domingo, dia de menos trânsito na capital, dia que decidimos seguir viagem depois de uma semana parados em Buenos Aires. Sairiamos de manhã, mas acabamos saindo depois do almoço. Fran, nossa anfitriã nos ensinou a fazer as famosas empanadas argentinas que ficaram uma delícia e ainda sobraram algumas que levamos para o jantar. Saimos de Buenos Aires umas 14h, mas não fomos pela rodovia, decidimos seguir o GPS pelas ruas de dentro da cidade que seguiam praticamente paralela a rodovia. Foi bem tranquilo esse trecho, porém um pouco cansativo e mais lento, pois é muita “voltinha” que precisamos fazer para seguir em frente, algumas ruas são sem saída, então era necessário contorna-las outras não tinham pavimentação e eram cheias de buracos e pedras, alguns trechos o GPS nos enviou para mini favelinhas e bairros bem humildes, mas todos nos receberam com sorrisos e olhos curiosos, não nos sentimos ameaçados. Por fim quando eram 17h estávamos em Moreno e não em Lujan como tínhamos planejado. Mas ja estávamos cansados então decidimos parar por ali. Fomos até os bombeiros voluntarios da cidade, mas infelizmente eles não podiam nos receber pois era um quartel masculino e não era permitido a entrada de mulheres no local. Então seguimos empurrando a bike, perto da estação de trem, onde tinha um número bem grande de pessoas. As pessoas olhavam desconfiadas e com um olhar diferente do que estávamos acostumados, então subimos na bike e tentamos sair o mais rápido possível dali. Encontramos algumas ruas depois um hotelzinho bem simples, batemos na porta e uma senhora nos atendeu, ela nos mostrou os quartos e nos informou os valores que eram mais altos do que nosso orçamento diário permitia, porém não tínhamos muita escolha, pois era um dos hoteizinhos mais barato e não podiamos fazer camping free neasa região por ser considerada perigosa e realmente deveria ser mesmo, pois fomos comprar um refrigerante num mini mercado e esse era totalmente fechado com grades, para comprar era necessário chamar o vendedor e pedir do lado de fora na calçada o que voce queria e o vendedor te passava o produto depois que você pagasse pela grade. Então decidimos ficar mesmo no hotelzinho..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s