Viajar de bicicleta pelo Marrocos parte 2 – Desbravando as montanhas do Atlas Médio até a cidade de Fes. / Bicycle touring Morocco part 2 – Adventuring across the Medium Atlas Mountains to the city of Fes.

Da região desértica de Merzouga, o Sahara Marroquino, começamos a pedalar sentido norte, passando pela cidade de Errachidia, onde começaríamos a subir a cadeia de montanhas do Atlas Médio até cruzá-lo e chegar a histórica cidade de Fes. From the desert region of Merzouga, the Moroccan Sahara, we began to pedal northwards, passing through the city of Errachidia, where we began to climb the Middle Atlas mountain, heading the city of Fes.

A distância total a ser percorrida neste trecho era de aproximadamente 460 km, predominantemente de subida nos primeiros 300 km, com segmentos com inclinação de até 20%, atingindo novamente mais de 2000 metros de altitude. The total distance to be covered in this section was approximately 460 km, predominantly climbing in the first 300 km, with segments with slopes up to 20%, reaching again more than 2000 meters altitude.

Nos despedimos do belo deserto do Sahara e seguimos sentido Arfoud, por onde já havíamos passado na vinda. Paramos rapidamente para comprar comida e água e continuamos por mais 8 km depois da cidade até que encontramos um camping onde passamos a noite. O camping era bem legal, com uma tenda bérbere que servia de área comum, banheiros muito bons e um preço bem tranquilo, cerca de 10 reais por pessoa por noite. We said goodbye to the beautiful desert of  Sahara and we continued towards Arfoud, where we had already passed in the coming. We stopped quickly to buy food and water and continued for another 8 km after the city until we found a camp site where we spent the night. The campsite was very nice, with a Berber tent that served as common area, very good bathrooms and a very good price, about 3 USD per person per night.

No outro dia acordamos cedo com um dia nublado e partimos. No meio do caminho enfrentamos algumas subidas que nos presentearam com linda paisagens de enormes vales com um fundo verde, recheado de tamareiras. O verde contrastando com o terreno mais seco de cor marrom deixa tudo com aquela cara de oásis. Neste dia pegamos um temporal. Por sorte nos refugiamos em uma casinha abandonada a beira da estrada, até acalmar a chuva. The next day we woke up early on a cloudy day and left. In the middle of the way we faced some climbs that presented us with beautiful landscapes of enormous valleys with a green background, filled with date palms. The green contrasting with the drier terrain of brown color leaves everything with that oasis looking. On this day there was a storm. Luckily, we took refuge in an abandoned house by the side of the road, waiting for it to calm down.

Sabendo que mais a frente passaríamos por uma pequena cidade chamada Meski, que possue um camping municipal a beira de um belo riozinho, decidimos entrar e passar uma noite por lá. O lugar era bonito, mas com muitas pessoas locais circulando e nos rodeando, o que a princípio nos deixou um pouco incomodados até que nos acostumamos. Neste.vilarejo tivemos mais uma incrível experiência que a viagem nos proporciona, conhecemos o Sr. Hassan. Knowing that later we would pass through a small town called Meski, which has a municipal camping on the edge of a beautiful river, we decided to visit and spend a night there. The place was beautiful, but with lots of local people circling around us, which at first made us a little uncomfortable until we got used to it. In this place we had one more incredible experience that the trip provides us, we met Mr. Hassan.

O sr. Hassan se aproximou enquanto eu terminava de montar acampamento e me perguntou em espanhol “Cuantos camelos quieres por la bici?”. Achei a pergunta inusitada e divertida e começamos a papear. Ele era super simpático e nos convidou para um chá em sua lojinha quando terminássemos de arrumar nossas coisas. Mr. Hassan approached me as I finished setting up camp and asked me in Spanish “How many camels do you want for the bike?” I found the question unusual and amusing and we started to chat. He was super nice and invited us to tea in his little shop when we finished packing our stuff.

srhassan001Durante o chá, o Sr. Hassan nos contou que é berber e ainda mantem o costume de fazer escambo ao inves de usar dinheiro. Relatou que troca roupas e eletrônicos dos turistas por artesanatos e roupas berberes e que depois troca isso com os berberes mais nômades, por produtos do campo e outros artesanatos. Achamos tudo muito interessante e o papo fluia num clima muito bom. Para encerrar nosso dia com chave de ouro, ele nos convidou para jantarmos em sua casa. During the tea, Mr. Hassan told us that he was a berber and still had the habit of bartering instead of using money. He reported that he exchanged clothes and electronics from the tourists for Berber handicrafts and clothes, and then exchanged it with the more nomadic Berbers for produce from the countryside and other handicrafts. We found everything very interesting and the conversation flowed in a very good mood. To end our day in a perfect way, he invited us to dine at his house.

Animados, nos aprontamos rapidinho e no horário marcado encontramos com nosso novo amigo berber e o acompanhamos até sua casa. Chegando lá, a entrada da casa era simples, mas quando entramos era tudo espaçoso e muito bonito. A casa era toda decorada estilo árabe, o que dava um charme especial a ocasião. Animated, we got ready quickly and at the appointed time we met our new berber friend and accompanied him to his house. Arriving there, the entrance to the house was simple, but when we entered it was all spacious and very beautiful. The house was all decorated Arabian style, which gave a special charm to the occasion.

Fomos muito bem recebidos por sua esposa e filhos. Ela cozinhava muito bem e preparou toda a comida. Após o por do sol começou a comilança, estávamos no ramadan. E que noite especial de ramadan foi essa para nós. We were warmly welcomed by his wife and children. She cooked very well and prepared all the food. After sunset the food began, we were in the ramadan. And such a special night of Ramadan that was for us.

No outro dia de manhã acordamos e fomos presenteados com uma caixa de tâmaras por um casal de suiços que estavam lá com seu motor home. The next morning we woke up and were presented with a box of dates by a couple of Swiss who were there with their motor home.

Da pequena cidade de Meski seguimos até Errachidia. Desta vez a cidade era grande e movimentada. Não encontramos nenhum camping ou lugar interessante para acampar selvagem por lá, aproveitamos então para passarmos por um supermercado grande que havia e decidimos seguir mais adiante buscando um lugar para acampar. Olhamos no GPS e vimos que em um povoado adiante havia um lugar chamado “House of Happiness”. Com esse nome bem convidativo resolvemos ir até lá conferir. From the small town of Meski we continue to Errachidia. This time the city was big and busy. We did not find any camping or interesting place to camp wild there, then we went to a big supermarket there and decided to go further looking for a place to camp. We looked at the GPS and saw that in a village ahead there was a place called “House of Happiness”. With that very inviting name we decided to go there and check it out.

Tratava-se de uma comunidade rural chamada El Khank. Depois de nos embrenharmos por ruas de terra e cascalho encontramos a casa, “House of Happiness “. Lá conhecemos Youssef e sua simpática e hospitaleira família. Vimos que o lugar na verdade era um tipo de hotel e perguntamos se poderíamos acampar por alí e usarmos o banheiro, pagando um pouco mais barato. Ele disse que fazia questão que ficássemos por lá e acabou deixando o preço do quarto pelo valor de um camping e falou que éramos convidados para acompanhá-los nas refeições da família. Aceitamos muito felizes claro. It was a rural community called El Khank. After we wandered through dirt and gravel streets, we found the house, “House of Happiness.” There we meet Youssef and his friendly and hospitable family. We saw that the place was actually a type of hotel and we asked if we could camp out there and use the bathroom, paying a little cheaper. He said that he wanted us to stay inside and ended up leaving the price of the room for the value of a camping and said that we were invited to accompany them in family meals. We accept that very happy of course.

O lugar era muito aconchegante e a noite chegou uma família de alemães com quem dividimos um saboroso jantar, com fundo musical berber ao vivo. Tudo muito especial. The place was very cozy and  T the evening came a family of Germans guests with whom we shared a tasty dinner, with Berber live musical background. All very special.

No dia seguinte já começamos a encarar as subidas do Atlas Médio, que nos cansaram bastante mas nos presentearam com belas paisagens. No meio da tarde passamos por um camping onde ficamos por uma noite. Os próximos dias seriam de subida, com isso em mente já nos acostumamos com a ideia de render menos quilômetros neste período. The next day we began to face the climbs of the Middle Atlas, which tired us enough but presented us with beautiful landscapes. In the middle of the afternoon we passed by a camping where we stayed for one night. The next few days would be uphill, with this in mind we have become accustomed to the idea of ​​cycling  fewer kilometers in this period.

Em uma das noites acampamos ao lado de um muro de uma antena de telefonia celular, aproveitando a proteção do vento. A noite veio um guarda que cuidava do local e nos disse para ficarmos tranquilos por alí. On one of the nights we camped next to a wall of a cell phone antenna, taking advantage of the protection of the wind. At night came a guard who took care of the place and told us to sleep there, that it was ok.

IMG_20180525_213821_382Na cidade de Midelt fizemos uma parada em um camping e fomos ao supermercado nos reabastecer. A cidade em si não tinha muito que conhecer e o camping era bem simples e com um guarda muito estranho. Toda a vez que íamos ao banheiro, ele entrava para ver, ainda bem que fechávamos as portas dos toaletes. Isso já estava nos deixando desconfortáveis. Na manhã em que fomos embora eu decidi ir bem cedo ao banheiro para fugir do “tiozinho”, mas não deu muito certo. Estava eu tranquilo sentado no trono e escuto passos e o cara veio bater na porta. Eu não acreditava e com o pouco árabe que sei disse para ele cair fora e me deixar ca&@r em paz. Ele saiu rapidinho e não falou mais nada. Tudo muito estranho, só não era mais estranho que o desenho que fizeram para representar uma “dama” na entrada do banheiro feminino. In the town of Midelt we stopped at a campsite and went to the supermarket to resupply. The city itself did not have much to know and the camping was very simple and with a very strange guard. Every time we went to the bathroom, he came in to see, it was good that we could close the toilets’ doors. That was already making us feel uncomfortable. The morning we left, I decided to go to the bathroom early to escape the “freaky uncle”, but it did not work. I was sitting quietly on the throne and I heard footsteps and the guy came knocking on the door. I did not believe it and with the little Arabic I know I told him to fall out and let me sh%$ in peace. He left quickly and said nothing more. All very strange, just was not stranger than the design they did to represent a “lady” at the entrance of the women’s room.

No próximo dia pegamos um pouco de vento a favor, que nos ajudou um pouco apesar das subidas e chegamos a um Posto de Gasolina. O posto ficava após um vilarejo, Boulojoul, e como nestes vilarejos há muitas crianças e curiosos preferímos acampar em lugares onde pode ser mais sussegado, apesar de algum ruido, no caso dos postos de gasolina. The next day we had some backwind, which helped us a little despite the climbs and we arrived at a Gas Station. The station was after a village, Boulojoul, and as in these villages there are many children and curious we prefer to camp in places where it can be more “calm”, despite some noise, in the case of gas stations.

posto00Neste posto de gasolina tivemos uma surpresa especial. Chegamos, compramos dois refrigerantes de maçã bem gelados e começamos a conversar. Perguntei se poderíamos passar a noite acampados ali e o rapaz respondeu que sim. Passou um pouco de tempo e ele voltou com seu chefe, o dono do posto. Eles disseram que não precisaríamos acampar, havia um quarto no fundo do restaurante do local para passarmos a noite. O quarto era de um dos funcionários, que fez questão que ficássemos ali enquanto ele dormiria em outro quarto. Além do quarto aconchegante ainda jantamos com os funcionários, em uma mesa cheia de comidas gostosas. Mais uma noite divertida e de muita sorte para nós. At this gas station we had a special surprise. We arrived there, bought two apple soft drinks. I asked if we could camp there and the guy said yes. Passes some time and he returned with his boss, the owner of the petrol station. They said we would not need to camp, there was a room at the back of the place restaurant for the night. The room was from one of the staff members, who let we stay there while he slept in another room. In addition to the cozy room we still had dinner with the staff at a table full of delicious food. Another fun and very lucky night for us.

Pelos próximos dois dias continuamos subindo até o ponto mais alto deste trecho do Atlas Médio e foi onde tivemos as paisagens mais belas. Cruzamos belos parques nacionais, com muito verde, água e árvores seculares, como enormes cedros que recobrem esta região. Em uma de nossas paradas conhecemos macacos selvagens que habitam esta parte das montanhas. As noites eram bem frias acampando, mas antes do sol se por já estávamos escondidos em nossa barraca. For the next two days we continued to climb to the highest point of this section of the Middle Atlas and it was where we had the most beautiful landscapes. We crossed beautiful national parks, with lots of green, water and secular trees, like huge cedars that cover this region. At one of our stops we met wild monkeys that inhabit this part of the mountains. The nights were quite cold for camping, but before the sun went down we were already hiding inside our tent.

Uma das noites acampamos no jardim de um hotel abandonado e ficamos apreciando uma família de cegonhas cuidando de seus filhotes. O lugar era muito bonito e ao lado havia uma casinha simples onde vivia uma velhinha. Fui até lá conversar e comprei uma duzia de ovos para o café da manhã. Na manhã seguinte enquanto a Flavinha preparava o café, escutamos um “monsieur” vindo de fora da barraca e quando saí, lá estava a senhorinha com dois pães bérberes quentinhos recém preparados de presente para nós. A hospitalidade do Marrocos sempre nos surpreendendo. One of the nights we camped in the garden of an abandoned hotel and there we could watch  a family of storks feeding their babies. The place was very beautiful and next to it was a simple little house where an old lady lived. I went to talk and bought a dozen eggs for breakfast. The next morning while Flavia was preparing the coffee, we heard a “monsieur” coming from outside the tent and when I left, there was the lady with two warm berber breads freshly prepared for us. The hospitality of Morocco always amazes us.

Finalmente chegou o trecho de descida até Fes. Regulei bem os freios para segurar o nosso “caminhão” na longa descida que viria pela frente e lá fomos nós morro abaixo. Saímos de mais de 1600 metros e chegamos a 400 em menos de 100 km de distância. A descida foi uma delícia, paramos apenas para almoçar, fazer xixi, beber água e tirar fotos. Finally the day of the stretch of descent to Fes arrived. I adjusted the brakes well to hold our “truck” in the long descent that would come ahead and there we went down hill. We started on more than 1600 meters and reached 400 in less than 100 kilometers away. The descent was a delight, we stopped just to have lunch, pee, drink water and take pictures.

IMG_20180529_225212_113

A entrada em Fes, apesar de ser um grande centro, foi mais tranquila do que imaginávamos e chegamos em dia de semana. Não haviam opções de camping próximo ao centro, então ficamos em um Hostel ao lado da medina, o que foi uma boa opção, haja visto que estávamos ao lado dos principais pontos turísticos e conseguíamos fazer tudo a pé. The entrance to Fes, despite being a large center, was quieter than we imagined and we arrived on a week day. There were no camping options near the center, so we stayed in a Hostel next to the medina, which was a good option, since we were next to the main sights and we were able to do everything on foot.

Fes apresenta muitos atrativos turísticos e é também considerada um dos centros religiosos do Marrocos. Ficar alguns dias para se aventurar pelas ruelas da medina, conhecer museus, jardins, praças, resolver coisas de banco ou reparar algo na bicicleta vale a pena. Fes has many tourist attractions and is also considered one of the religious centers of Morocco. Spending a few days exploring the lanes of the medina, visiting museums, gardens, squares, resolving bank things or repairing something on the bike is worth it.

De Fes então continuamos para nossa última etapa no Marrocos e a passagem pela cadeia de montanhas do Riff, mas este fica para a próxima postagem. From Fes then we continue to our last stage in Morocco and the passage through the mountain range of the Riff, but this part is for the next posting. 🙂

IMG_20180602_224836_758

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s